Uma das alegrias de ser blogueira é ver o correio chegar em sua casa com itens de parcerias para você. Agradeço, constantemente, pela confiança. E hoje, venho resenhar o livro "Quilômetros de saudade" da Angélica Pina que fez um book tour com algumas meninas e adivinha quem está entre elas? EUZINHA!!! Vamos lá! Espero que gostem e, como sempre, serei sincera...



Sinopse: Daniela é uma jovem mineira que durante uma viagem de férias à Natal, conhece Fernando. Os dois se entendem muito bem e iniciam uma amizade virtual, que não evolui porque, além da distância a separá-los, existe Jorge, o belo e atraente namorado da moça, por quem é apaixonada e que detém sua total lealdade.
  Fernando passa por um momento delicado após o fim de um relacionamento, por isso mesmo não apresentou durante a viagem nenhuma "ameaça" ao namorado de Daniela.
  Aproximando-se cada vez mais de Fernando, e após sofrer uma decepção com Jorge, Daniela um dia se vê apaixonada pelo amigo, mas sem coragem de se declarar - e pensando sempre na questão da distância entre Minas Gerais e o Rio Grande do Norte, que os atrapalharia no caso de desejarem viver algo juntos e foi o estopim para o fim do namoro anterior dele.
  Até que ponto a distância geográfica realmente a plenitude de um sentimento?

Resenha: Antes de tudo, gostaria de dizer que em muitos momentos do livro quis socar a Daniela pelo modo como aparenta ser dramática ao extremoooo, sou romântica como ela e sei que o drama faz parte, mas ela passa dos limites (hahaha), porém, a estória mostra como os acontecimentos mudam as pessoas. Ela aparentava ser tão infantil no início só que no fim, foi madura e forte. Gostei bastante do jeito decisivo e focado dela no final do livro.
É um daqueles livros que a gente fica brigando com as burrices da personagem, tem raiva do namorado dela e fecha o livro, diz que não vai ler e abre de novo,
  Gostei bastante do Fernando da primeira cena dele até a última. Ele é fofo, atencioso, carinhoso, esforçado e é um antônimo perfeito do namorado (ex) da Daniela. A amizade que se forma entre eles é muito bacana. E sobre as amigas? Fiquei apaixonada. É uma amizade saudável e divertida. Já a família... Não gostei como relatou a avó, parecia que era utilizada apenas para momentos "complicados" e depois nem tchu pra ela e isso deixou a Daniela com um jeito ainda maior de "mimada". 
  No geral, sobre a história, é bem simples, rotineira e bastante clichê. A escrita é bastante simples o que facilita a leitura, porém quando une o fato de ser um estória comum e que já imaginamos tudo do começo ao fim + a leitura rápida + vocabulário  simples, acabou se tornando um livro que não me puxou tanto, confesso. E esperava mais do final, porém é uma boa leitura rápida e nos mostra que, as vezes, temos que enfrentar as adversidades da vida, assim como ela enfrentou e eu gostei disso.

Bem, agradeço, mais uma vez, a Angélica que foi super atenciosa, carinhosa e que nos fez ficarmos bastante confortáveis diante do nosso trabalho. Volto logo!


  Olá, gente! Espero que tenham um pouco de paciência comigo (rsrs) por estar tão sumida, mas estou tentando voltar e acho que tô conseguindo. Bem... Este post é um pouco informativo, tenho uma notícia!!!
  Tenho certeza de que você já ouviu que você ficaria melhor com tal cor de cabelo, com aquele estilo ou que era pra assistir outro gênero de filme. Não estou aqui para falar de críticas, se trata de mudanças. Pois em algum momento, você pensou "Por que não? Mudar um pouco..."
  As constantes mudanças fazem parte da nossa história. Forma quem somos e renovou quem fomos. Porém, o melhor tipo ainda é a evolução. E hoje, inicio a minha e a nossa. Como sabem, o blog é literário. Porque a minha paixão gigantesca são os livros. E esta é a minha mudança. Estamos deixando de ser, exclusivamente, literário por ter recebido algumas propostas, mas isso é assunto pra outro post.

Espero que me ajudem, vejo vocês logo!!!


Olá, gente! Hoje, eu estou aqui para falar de outra parceria. Esta foi com a Renata Sarmento que me enviou este livro EXCEPCIONAL. Eu comecei a fazer parcerias e, até agora, já li livros tão diferentes, de gêneros tão diversos. E essa é a melhor parte. Conhecer outros gêneros que não sejam os nossos "preferidos". As vezes, nós falamos tanto de distopias, de romances, que esquecemos dos suspenses, das comédias e não paramos para apreciar os outros ângulos da literatura.
  Pois bem, todos nós já ouvimos - "Cada cabeça é um mundo." ou - "Ninguém é igual." e sabemos que isso é verdade. Não sabemos o que se passa na cabeça de ninguém. Mas, a Renata? "Cada menina tem sua história, mas Renata Sarmento tem todas." (algum instagram comentou isso, me perdoem por nunca lembrar quem fala).
  Este livro foi formado por seis contos, estes que contam a
história de seis meninas diferentes do início de suas vidas até as suas mortes. em... Eu acho que tudo começa em contos. Um livro é ótimo!!! Mas um conto... É fascinante. É incrível como uma história tão pequena, nos envolve. E, por exemplo, se eu começo a escrever uma história, não consigo fazer um final então ela fica enorme. Contos não são o meu forte. Mas a Renata Sarmento? Ela pode fazer o que ela quiser!!! Comecei a leitura do primeiro conto e quando acabou, eu não tive reação. Se tornou um dos meus favoritos, com toda a certeza. E eu quero agradecer a tal por ter me concedido a leitura de um livro tão esplêndido e eu espero, ansiosamente, que tenha outro livro publicado. Sou a mais nova fã!

Instagram do livro: @cadameninatemsuahistoria


E acabou de acabar. Acabou pela 6° vez e essa é a fandom, a saga, a coleção, ... Os livros que mais amo. Amo. Amo mesmo. É a minha paixão de leitor. A Kami Garcia e a Margaret Stohl podem fazer mais 700 continuações e eu irei amar infinitamente. Nunca consegui falar aqui sobre sagas porque são contínuas acho confuso falar sobre um livro de cada vez. Mas esta...
Encontrei o livro por acaso no site da Saraiva e gostei da sinopse por sempre ter gostado de ficções mágicas e os romances. Comprei, li e desde então só fiquei mais apaixonada. A Margaret esteve aqui, em Recife, para a Fliporto e eu chorei feito um bebê. Ouço falarem do filme e afirmo, CONSTANTEMENTE, que apenas o nome não foi modificado. Uma adaptação muito pior do que a do livro Percy Jackson. Mas leiam! Leiam os livros! São os melhores do mundo.
Os livros tinham tudo para serem livros de romance qualquer, mas não é. São fantásticos e viciantes. Então depois de um pequeno desabafo, lhes deixo a sinopse:

Sinopse: Ethan é um menino comum: parte do time de basquete, algumas paqueras, órfão de mãe, criado por um pai ausente e uma velha babá com talento para feitiçaria. Seu melhor amigo, carona oficial para todos os eventos, quer montar uma banda. Nada diferente de outros adolescentes locais. Mas é à noite que Ethan se destaca. Ao som de uma música que fala sobre dezesseis luas, dezesseis anos, uma menina de olhos verdes que lhe aparece em sonhos. O problema é que quando acorda, marcas conseguidas no universo onírico estão em seu corpo. O mistério começa a se revelar quando Lena chega à cidade. Ao conhecê-la na escola, Ethan não tem dúvidas: é a menina de seus sonhos. Literalmente. Que o atormenta em pesadelos, a quem tenta salvar desesperadamente. O que se segue é uma história de almas gêmeas e segredos perigosos e obscuros. E Lena e Ethan precisam confiar um no outro para que possam vencer uma maldição com poder para acabar com tudo à sua volta. Será que eles vão conseguir?  



“Pacote completo: um cenário assustador, uma maldição fatal, reencarnação, feitiços, bruxaria, vudu e personagens que simplesmente prenderão o leitor até o fim... Quem poderia pedir por mais? Uma continuação? Por favor!” - VOYA

“Segue a tradição gótica de Anne Rice.” - School Library Journal


Olá, queridos leitores! Vim aqui fazer um breve apelo. Temos tantos livros amontoados na estante, esperando para serem lidos, esperando para serem lindos! Só nós sabemos o que esse mundo, criado através da leitura, cria dentro de nós - um sentimento único. E de que adianta interagir tanto entre si e não propagar o nosso amor? Conhecemos o projeto "Esqueça um livro" (é o máximo), mas são poucos os que tentam fazer o próximo conhecer a leitura, Então, eu vou propagar, no meu cantinho, e peço a ajuda de vocês. Na escola em que eu estudava, tínhamos pouquíssimos livros e muitos tinham pouquíssima vontade de ir na biblioteca, então eu tive a ideia (e já falei com a coordenação) de ir promover um dia, em cada semana, de atividades literárias que irão da leitura em si até os passatempos que vemos nas revistas "Picolé" (por exemplo). E eu queria a ajuda de vocês com livros infanto-juvenis. Entendo o ciumes com os livros :( mas sempre tem aquele que a gente não liga tanto. Sempre tem um que é olhado, mas não é tão considerado. Pode ser para alguém. Livros, revistas, gibis, etc.
Quem puder ajudar, é só falar comigo no WhatsApp 81 9640-1332 ou aqui nos comentários mesmo. Quem puder compartilhar, também ajuda muito.